Mais informação com menos tempo de leitura
Topo
Copy From China

Copy From China

800 robôs! Alibaba cria loja sem humanos para "Black Friday" chinesa

Felipe Zmoginski

30/10/2018 16h13

Sede do Alibaba em Hangzhou, na China:  812 milhões de pedidos em um só dia

O Alibaba, maior player de ecommerce na China, conhecido no Brasil por uma de suas empresas, o AliExpress, inaugurou, esta semana, uma central de estocagem e expedição de pedidos totalmente automatizada, em Wuxi, região a leste da cidade de Xangai.

Segundo Ben Wang, vice-presidente da Cainiao, subsidiária de logística do Alibaba, a nova central não terá funcionários humanos separando e embalando pedidos. Todo o trabalho será feito por 800 robôs. O método de operação funciona do seguinte modo. Assim que uma compra é feita e seu pagamento confirmado, a ordem é enviada aos robôs. Eles caminham por entre as estantes, recolhem os itens comprados e o entregam a um segundo robô, este com braços mecânicos, necessários para embalar, etiquetar os pacotes e, depois, colocá-los em uma esteira para serem enviados ao consumidor.

No processo, não existe nota-fiscal de papel e nenhum humano interfere no processo. Toda documentação é digital, bem como a coleta de impostos. Cada robô executa até 30 pedidos por vez, otimizando seu tempo de deslocamento dentro do depósito. Equipados com sensores, os robôs podem dar alertas se uma área estiver úmida ou quente demais e, neste caso, exigirem a "supervisão" de um humano.

As máquinas móveis trabalham até 36 horas sem recarga e, quando a bateria está perto do fim, deslocam-se sozinhas para os pontos de carregamento.  De acordo com Wang, o uso de robôs torna o processo de separar e embalar pedidos 4 vezes mais rápido com quando feito por um humano, além de as máquinas trabalharem sem intervalos ou descanso.

Segundo o Alibaba, o "grande teste" para seu "depósito sem humanos" será o dia 11 de novembro, chamado de "dia dos solteiros" na China e principal data de promoções do e-commerce local. O dia é equivalente, na China, ao que a Black Friday representa para os Estados Unidos.


Em 2017, apenas nesta data o Alibaba recebeu 812 milhões de pedidos. O número é 8 vezes maior que o anotado em 2012. Para efeito de comparação, o "Dia dos Solteiros" na China gera mais vendas no e-commerce que um ano inteiro do comércio eletrônico do país.  Ainda segundo relatórios chineses, o país, sozinho, responde por 42% do total de pedidos do e-commerce mundial.

Após a estreia do "depósito automatizado", o próximo objetivo da Cainiao é assegurar que 100% dos veículos que saem para entregas tenham webcam instaladas e transmitam imagens para uma plataforma em nuvem de logística, além de sua posição georeferenciada. O objetivo da medida é detectar, em tempo real, quando um veículo enfrentar atrasos no roteiro, quebra ou imprevistos.

A automação dos sistemas de logística, diz o Alibaba, visa assegurar entregas no período de pico de vendas em até 24 horas após a efetivação do pedido nas grandes cidades chinesas e em até 36 horas nas cidades menores do interior do país.

Sobre o autor

Felipe Zmoginski foi editor de tecnologia na revista INFO Exame, da Editora Abril, e passou pelos portais Terra e America Online. Foi fundador da Associação Brasileira de Online to Offline e secretário-executivo da Associação Brasileira de Inteligência Artificial. Há seis anos escreve sobre China e organiza missões de negócios para a Ásia. Com MBA em marketing pela FGV, foi head de marketing e comunicações do Baidu no Brasil, companhia líder em buscas na web na China e soluções de inteligência artificial em todo o mundo.

Sobre o Blog

Copy from China é um blog que busca jogar luzes sobre o processo de expansão econômica e desenvolvimento de novas tecnologias na China, suas contradições e oportunidades. O blog é um esforço para ajudar a compreender a transformação tecnológica da China que ascendeu da condição de um país pobre, nos anos 80, para potência mundial.

Mais Copy from China