Topo
Copy From China

Copy From China

Em Shenzhen, "rabiscos em guardanapo" viram produtos de sucesso

Felipe Zmoginski

2025-12-20T18:04:49

25/12/2018 04h49


Mercado de eletrônicos em Shenzhen: qualquer ideia tem seu lugar aqui

A cidade de Shenzhen, no Sul da China, é conhecida como "capital mundial do hardware" por produzir eletrônicos de centenas de marcas globais. Esse perfil tem mudado, porque Shenzhen está se especializando em produzir hardwares criados por indivíduos independentes, em baixa escala, e permitir que qualquer ideia rabiscada em um papel se torne um produto real, que pode ser testado e vendido em qualquer parte do mundo.

Apelidada de "napkin concept", a ideia é receber estrangeiros (e chineses) com ideias toscamente rabiscadas em uma folha ou, em tradução literal, em "conceito de guardanapo". Tal método baseia-se na ideia romântica de dois ou mais amigos que, após algumas cervejas em um bar de São Francisco ou Rio de Janeiro, pensam em um smartwatch inovador ou em uma nova máquina para processar pagamentos jamais idealizada.

Em Shenzhen, cidade que concentra 150 mil designers e 6 mil estúdios de desenho industrial, um desenho tosco feito por jovens bêbados é refeito, de forma profissional, por um designer local, em um método chamado de "shou ban" (首办), algo como "executado pela primeira vez".


Produtos sem procedência em Huaqianbei podem ser uma roubada. Ou um achado.

Este desenho "profissional" é, então, enviado para máquinas de prototipagem, equipamentos similares a impressoras 3D, porém em escala industrial. Os primeiros protótipos são, então, usados por injetoras de plástico, capazes de criar peças ainda inexistentes e, depois, montá-las com dispositivos complementares, como um chip de smartphone, uma placa de Wi-Fi ou um painel LCD. Em questão de dias, o rabisco desenhado em um bar a milhares de quilômetros de Shenzhen vira um produto real, que pode ter testado e melhorado.

Se a ideia encontrar quem a financie, as fábricas locais são capazes de produzir milhares de unidades por dia e embarcá-las para qualquer país em poucas semanas. O fato de Shenzhen ter custos e infraestrutura industrial imbatíveis no mundo torna a cidade o local ideal para integrar componentes eletrônicos e desenvolver os gadgets do futuro. Empresas globais que precisam inovar para manter-se relevantes e a frente de seus competidores têm incentivado seus executivos e engenheiros a testar suas ideias "na prática", se associando a escritórios de design industrial na China.


Família produz eletrônicos em mercado de Shenzhen: da quantidade, surge a inovação

É evidente que muitos produtos que pareciam geniais quando seus idealizadores tinham algumas cervejas na cabeça se revelam toscos ou inúteis quando materializados. A profusão de ideias, no entanto, tem criado casos de sucesso cada vez mais frequentes, como gadgets vestíveis inovadores e produtos para diferentes nichos da indústria, elevando a produtividades em áreas que vão desde a aviação comercial até o varejo offline.

Um ótimo lugar para perceber isso é o mercado de eletrônicos de Huaqiangbei, em Shenzhen, onde são desovados muitos dos produtos da indústria local nunca antes comercializados em grande escala. Isso já levou a invenções como retrovisores que exibem imagens de câmeras, impressoras de selfies que cabem no bolso do casaco ou pau de selfie que indica qual distância certa para você ficar do objeto a ser fotografado.

Da próxima vez que for com os amigos a um bar, portanto, não deixe de anotar em um papel qualquer suas ideias incríveis. Shenzhen pode te ajudar a transformar em um produto de sucesso o que poderia ter sido apenas um delírio de colegas embriagados.

Sobre o autor

Felipe Zmoginski foi editor de tecnologia na revista INFO Exame, da Editora Abril, e passou pelos portais Terra e America Online. Foi fundador da Associação Brasileira de Online to Offline e secretário-executivo da Associação Brasileira de Inteligência Artificial. Há seis anos escreve sobre China e organiza missões de negócios para a Ásia. Com MBA em marketing pela FGV, foi head de marketing e comunicações do Baidu no Brasil, companhia líder em buscas na web na China e soluções de inteligência artificial em todo o mundo.

Sobre o Blog

Copy from China é um blog que busca jogar luzes sobre o processo de expansão econômica e desenvolvimento de novas tecnologias na China, suas contradições e oportunidades. O blog é um esforço para ajudar a compreender a transformação tecnológica da China que ascendeu da condição de um país pobre, nos anos 80, para potência mundial.